PRESENÇA NA INTERNET | COMO VENDER MAIS CRIANDO A SUA.

Como construir uma presença de sucesso na internet? Em que canais devo estar? Ter um site não é suficiente?

como se relacionar com o consumidor na internet

Esses são os temas que serão abordados nesse post, o segundo passo dos quatro para construir a presença on line da sua empresa.

No post anterior falamos sobre a importância de ter um posicionamento e quais os principais passos para definir o da sua empresa.

Se você não leu vale a pena dar uma olhada no post anterior Aprenda a criar um Novo Canal de Comercialização.

Definir um posicionamento é ter um guia para todas as ações que você precisa realizar, sejam elas relacionadas a vendas, comunicação ou definição do portfólio.

Escolher um posicionamento é definir como você quer ser reconhecido, é ter clareza para que público você trabalha e como deve ser o seu produto para atender as necessidades desse público.

E é com base no posicionamento da sua empresa que você começa a construir a sua presença na internet também, pois você precisa estar nos canais que o seu público acessa e trazer conteúdos que sejam do interesse dessa audiência.

Sim! Isso é o básico, mas nem todos fazem.

POR QUE ESTAR NA INTERNET?

PRESENÇA NA INTERNET MARTINELLI MARKETING

Se você ainda não se convenceu da importância de ter  uma presença online de sucesso na internet, avalie alguns números da última Pesquisa Brasileira de Mídia:

48% dos brasileiros acessam a internet

76% fazem isso todos os dias

67% buscam por informações na internet

5 horas diárias é média que as pessoas passam conectadas

Só no Natal o aumento das vendas foi de 26%, considerando apenas as vendas diretas por ecommerce, sem incluir as geradas na web e finalizadas nas lojas ou por telefone.

Confira mais detalhes no Relatório do e-bit com os números de ecommerce no Brasil.

Ok! É relevante, certo? Mas onde estar presente?

Mesmo que sua empresa já tenha alguns canais na web, sugiro que leia o restante do post para verificar se não encontra novas oportunidades ou insights.

 

Quer saber como está sua presença na web?

Deixe o endereço do seu site, que eu faço uma avaliação gratuita pra você.

Seu nome

Seu e-mail

Seu site

 SITE

presença na internet - como criar um site - martinelli marketing de resultados

Tenha um site!  Por mais simples que seja, tenha um! É o seu endereço, o seu espaço.

No seu site você tem mais possibilidades para incluir as informações da sua empresa, detalhar melhor os produtos e serviços e apresentar sua forma de trabalho.

Ter um site é fazer com que fique mais fácil do seu cliente te encontrar.

Se ele ouviu ou viu alguma coisa sobre a sua empresa e digitar o seu nome nas buscas, você precisa aparecer, sem que ele tenha que estar ou entrar em alguma rede social.

Isso aumenta o retorno de toda e qualquer ação de venda ou comunicação que você fizer.

Com o grande volume de informações e o hábito de fazer várias coisas ao mesmo tempo, é cada vez mais comum ouvir algo na TV e pesquisar na web mais informações.

E se você não estiver lá, talvez teu concorrente se beneficie do seu investimento.

E o seu site precisa ter um blog. Lembre que 67% das buscas são por informações e é para isso que serve o blog, para que você possa fornecer informações úteis ao seu público.

Mas essas informações precisam ser relacionadas aos produtos e serviços da sua empresa.

De nada adianta você ter um Pet Shop e postar informações sobre a economia do país (por que é uma informação relevante), isso não vai te ajudar a vender mais!

Os assuntos precisam estar diretamente relacionados ao teu negócio e ajudar a resolver problemas dos seus clientes relacionados a ele.

Lembra da importância de definir posicionamento e cliente-alvo?

É isso que você deve ter em mente o tempo todo!

Se você fornecer informações relevantes, a pessoas tendem a retornar e se interessar mais pela sua empresa.

Desenvolver conteúdo também é fundamental para ficar mais bem posicionado nas buscas do google.

Não apenas por trabalhar com palavras chaves que possuem volume considerável de busca, e você aparecer como uma opção,  mas também por gerar engajamento.

Tornar o púbico engajado com a sua empresa é resultado direto de bom relacionamento, bom atendimento e entrega de informações pertinentes.

Ter um site com blog, é como estar plantando em um terreno que é seu, são as suas regras e a garantia que não vão mudar da noite para o dia.

Você tem liberdade para se relacionar com a audiência que conquistou, sem depender de investimento constante em anúncio.

Tem o exemplo clássico do Facebook, que alterou as regras e hoje as publicações chegam para algo em torno de 2% dos seguidores da sua página de forma orgânica.

Claro que aqui, como no google, conta muito a questão do engajamento, mas todo o esforço inicial feito para captar seguidores se perde no caminho.

Já no seu site, mantendo o bom nível de informações, a audiência continua 100% a disposição.

Mas as redes sociais são fundamentais nessa construção. E você sabe quais usar?

REDES SOCIAIS

Presença na Internet - Martinelli Marketing de resultados

Os brasileiros são os que passam mais tempo nas redes sociais. Cerca de 60% a mais que a média dos demais países.

As redes são usadas o tempo todo para as mais diferentes funções (diversão, informações, relacionamento) e estar presente e saber como usá-las a seu favor, é muito importante.

Hoje no Brasil, as mais acessadas são:

Facebook 83%

WhatsApp  58%

Youtube 17%

Instragram 12%

Google + 8%

Twitter 5%

O Facebook é o site mais acessado do mundo, e sem dúvida você precisa estar presente. Mesmo que o seu negócio seja B2B, ó facebook precisa fazer parte da sua estratégia de construção de presença na internet, pois as pessoas que trabalham no seu cliente, estão lá.

Além das postagens de fotos, vídeos e informações sobre os produtos e serviços, que é o básico.Você também pode criar grupos secretos (ou não) com os seus clientes, para troca de informações, pesquisas de opinião, lançamento de produtos ou ofertas em primeira mão.

Pode participar (e utilizar) grupos relacionados ao seu nicho de atuação, para divulgar sua empresa e principalmente para acompanhar as discussões sobre o seu mercado.

WhatsApp pode funcionar especialmente para algumas ações especificas, como convite para eventos, lançamentos, promoções. Dependendo do seu ramos de atuação, você pode criar um grupo para troca de experiências ou para receber dicas e atualizações do segmento.

O crescimento do seu uso e alcance é exponencial, ou você conhece alguém que ainda não usa?

No Youtube você pode criar um canal para sua empresa e disponibilizar vídeos com tutoriais, aulas e palestras que possam ajudar a alavancar suas vendas.

O engajamento é muito grande e 9 de cada 10 internautas usam o youtube para assistir vídeos.

A praticidade de criar e editar vídeos, fez com o que o volume de acesso e audiência crescesse muito.

Mas preste atenção no tamanho e linguagem utilizada, os curtos costumam engajar mais, mas tudo depende do volume e tipo de informação que vai disponibilizar. Além  disso os posts no youtube contribuem para uma melhor colocação nas buscas.

O Instagram é uma rede que nasceu com o uso exclusivo de imagens, mas hoje já podem ser postados vídeos também.

Ela funciona muito bem, principalmente, para os negócios que dependem de um apelo visual, como moda e alimentação. Mas pode ser adaptada e usada para outros segmentos também.

O Twitter apesar de aparecer com apenas 5% dos acessos na pesquisa e já ter pedido muito da sua força inicial, ainda é um bom canal para informações, ela é acessada por um público com perfil mais seleto, com caraterísticas de formadores de opinião.

O LinkedIn mesmo não tendo aparecido no ranking é uma rede que vem apresentando um crescimento expressivo de acessos no Brasil desde 2014 e é a maior rede profissional do mundo.

Ela é ótima para relacionamento com decisores de empresas, perfis técnicos segmentados e perfeita para negócios B2B.

Além dos posts de conteúdos existem vários grupos de interesse, onde assim como no facebook, você pode interagir para entender e descobrir necessidades do seu público ou novidades do seu setor.

Estar presente no Google+, é muito importante, apesar de não ser uma rede muito popular, postar conteúdos e manter essa página atualizada, ajuda muito no ranqueamento do Google, pois a plataforma é deles.

As postagens do Google + costumam aparecer mais bem posicionadas nas buscas especialmente quando o site é novo ou ainda não possui muitos conteúdos.

Para criar a página você precisa se cadastrar no Google Meu Negócio, com isso você coloca sua empresa no Google Maps e também cria a página do Google +.

E por último temos o Snapchat, que é uma rede nova usada principalmente pelo público jovem.

Hoje 70% dos usuários são mulheres entre 13 e 25 anos.

Você pode postar fotos e vídeos (de no máximo 15 segundos), que ficam disponíveis pelo tempo que usuário determinar, sendo que o máximo é 24 horas.

A proposta da rede é a espontaneidade e viver o agora. Por isso promoções exclusivas e na linha de agora ou nunca, funcionam bem, como “nos envie um snap e ganhe o desconto X ou brinde Y”.

Ela é uma rede um pouco mais trabalhosa de se manter operacionalmente e que exige que a estratégia seja muito bem pensada, mas se o seu público tem esse perfil, vale muito a pena, pois o engajamento é alto.

Essas são as principais redes sociais e você não precisa estar em todas, pode escolher entre as que possui mais aderência com o seu público, mas o principal é que não basta abrir a página, é preciso usá-las para se relacionar.

PLANEJAMENTO É FUNDAMENTAL

redes sociais em quais estar

Apenas para lembrar que ter uma presença na Internet precisa ter um objetivo e ser feita de forma estratégica, bem planejada, para que realmente gere resultados para a sua empresa.

Repetindo o que coloquei no primeiro post dessa série de quatro sobre Construção de Presença Online,  aumentar as vendas com essas ações, não serve apenas para ecommerce, mas para todo e qualquer negócio, basta usá-lo da forma correta.

Em todos os pontos de contatos é necessário postar informações relevantes, na linguagem do seu público, responder a todas as dúvidas, críticas e agradecer as sugestões.

É importante planejar o uso desses canais de forma profissional, como todas as demais ações de relacionamento executadas pela sua empresa.

Lembre-se uma página no facebook, precisa ser mais bem pensada (ou tanto quanto) que um anuncio em um jornal, pois vai impactar um número muito maior de pessoas e vai durar muito mais.

 

Quer fazer uma análise gratuita e saber como está sua presença na Internet?

Envia o endereço do seu site, que farei essa análise para você!

Seu nome

Seu e-mail

Seu site

 

Se tiver alguma dúvida mais especifica sobre como construir sua presença na internet, entre em contato ou deixe nos comentários abaixo.

Até mais!

VENDA MAIS! APRENDA A CRIAR UM NOVO CANAL DE COMERCIALIZAÇÃO.

Você precisa aumentar suas vendas e não sabe o que fazer de diferente? Quer multiplicar seus esforços de vendas e ampliar sua área de atuação sem aumentar sua equipe?

 

Vender pela internet é uma realidade e pode ser uma estratégia utilizada por qualquer empresa e não apenas por lojas virtuais, como julgam a maioria das pessoas.

E é sobre os primeiros passos para montar o seu novo ponto comercial que trata essa série de 04 artigos, que traz o passo-a-passo para te orientar nos ajustes ou na Construção a partir do zero da Presença On line da sua empresa.

O resultado será a base para você atrair mais clientes, receber mais pedidos de orçamento, ter mais vendas e um resultado maior.

Você, assim como a grande maioria das empresas, pode pensar mas eu já tenho um site, minha empresa já tem uma fan page, enviamos e-mails para os nossos clientes.

Mas essas ações estão se convertendo em contatos e novos negócios? Se sim, esse artigo realmente não é para você.

Mas se os seus pontos de contatos na web são apenas uma vitrine para fortalecer sua marca e não ajudam a vender mais, esse conteúdo pode te ajudar.

A Construção da Presença Online consiste em 4 passos principais:

  1. Definição de Posicionamento. O momento de você definir como quer ser reconhecido, como vai se diferenciar da concorrência, qual o problema e de que cliente, você vai resolver.

  2. Construção de Canais. Definição de onde estar e de que maneira estar. É a definição de qual vai ser sua estratégia.

  3. Otimização para buscas. Entender como o cliente procura pelo seu produto e otimizar os pontos de contato, para reduzir os investimentos sistemáticos em anúncios.

  4. Construção da Mensagem. Definir que conteúdos e informações você vai entregar e como construir esses conteúdos, para construir sua autoridade e gerar vendas e não apenas likes.

E vem a pergunta: Mas como que essas ações podem me ajudar a vender mais?

Avalie a figura abaixo….

SEO, PRESENÇA ONLINE

 

Pense na sua própria rotina…. Por mais diferente que você possa se sentir, seu comportamento no geral é muito semelhante ao das demais pessoas do mundo atualmente…

Você acessa as suas redes sociais pelo menos uma vez por dia para interagir com os seus amigos, ver alguma coisa engraçada ou até mesmo conhecer a opinião de um grupo ou de uma pessoa sobre algo sério.

Você acessa sua caixa de email no mínimo uma vez por dia, principalmente nas questões relacionadas ao trabalho.

Se você precisa de alguma coisa, qualquer coisa e não sabe onde tem, por exemplo: mecânica, loja de informática, pizza, restaurante tailandês, você procura no Google, ou vai dizer que você nunca procurou nada no Google? Nem para comparar produtos e preços?

E quantas vezes você usa a internet para se manter informado?

Buscar um conteúdo de interesse… provavelmente você segue ao menos um blog ou recebe uma newsletter, certo? Busca por noticias, artigos, receitas de comida, como fazer um jardim em casa, uma horta no apartamento, que remédio tomar, dicas de filmes, exercícios, dietas, games… e a lista não tem fim…

Agora volte e me responda, como Construir uma Presença On line pode te ajudar a vender mais? 

Estar em contato constante com o seu público, estar onde ele está, mostrar o conhecimento que você tem sobre determinado assunto, apresentar seu produto como solução para um problema que ele tem, são estratégias de vendas utilizadas há muito tempo. A questão é como trazer isso para a web e amplificar o seu poder de alcance.

Esses quatro passos irão te orientar e te ajudar a construir sua presença on line, mas essa parte é apenas a preparação do terreno, a construção da base (parte fundamental) para a realização de estratégias mais avançadas e especificas de vendas para todo e qualquer produto ou serviço que você comercializa.

Mas é preciso começar por algum ponto certo?

ETAPA 1 – DEFINIÇÃO DO POSICIONAMENTOVENDA MAIS NA INTERNET MARTINELLI MARKETING DE RESULTADOS

Nesse primeiro artigo você vai definir o posicionamento da sua empresa, a  primeira etapa do processo de construção.

Se posicionar é definir como você quer ser reconhecido, deixar claro qual a sua proposta, que problema você resolve.

Ter um posicionamento claro te ajuda a decidir de forma mais fácil todas as demais ações da sua empresa, estruturar melhor seu portfólio (especialmente o que não incluir nele) e direcionar seus esforços e recursos para o público e ações que te trarão mais resultados.

E para definir o posicionamento você precisa identificar qual a sua promessa principal, o que você faz, e o que faz muito bem.

Esse produto ou serviço interessa para alguém? É importante para que tipo de cliente? Quem faz o mesmo que você? E o que você faz de diferente, melhor que eles?

A conexão desses três pontos define o seu posicionamento.

Mas vamos por partes, vou te apresentar um forma simples de definir o posicionamento em 3 passos.

Papel e caneta na mão? Por que o exercício é prático.

Passo 1 > Escreva o que sua empresa realmente faz.

Vendo Y, presto serviço de W, consultoria XY, treinamento ZZ, conserto X.

E responda:

Que problema dos meus clientes eu resolvo?

No que esse meu produto/ serviço ajuda as pessoas ou outras empresas?

Exemplos:

  • Um curso de inglês, resolve o problema de pessoas que querem viajar ou trabalhar no exterior, elas ajudam as pessoas a aprenderem outro idioma para conseguirem se comunicar nessas ocasiões.

  • Uma empresa de consultoria especializada em processos, pode ajudar as empresas a diminuírem os desperdícios com tempo e suprimentos.

Agora para exercitar e avaliar se as respostas acima funcionam faça o teste do discurso de elevador… se você encontrar um potencial cliente no 10º. andar de um prédio e tem apenas o tempo até o térreo para apresentar o seu negócio, o que falaria?

Só não vale usar Soluções em Mecânica , Soluções em Gestão… tudo o que faz precisa ser uma solução, mas uma solução clara para alguma coisa.

Esse termo é muito usado, mas não diz nada para o público.

Um exemplo que eu gosto muito é de um cliente nosso que possui um mix de consultorias e treinamentos em gestão de processos e  gestão de pessoas, para empresas de médio porte.

A dúvida era como se posicionar de uma forma objetiva, envolvendo as duas competências. O posicionamento ficou:

Baseline Consultoria Empresarial. Elimina desperdícios. Potencializa Resultados.

E o discurso ficou:

Auxiliamos as empresas na eliminação de desperdícios de tempo e recursos, com a capacitação das pessoas e aprimoramento dos processos e da gestão. Tendo como consequência empresas mais lucrativas e competitivas.

IMPORTANTE:

Voltando ao trabalho prático…

Leia a sua promessa e avalie se você realmente entrega isso. Se a promessa é um curso prático, ele precisa ser. Se é um pão macio, fresco e quentinho, ele precisa ser.

O ponto fundamental da promessa é que se cumpra.

Mas quem precisa dessa solução? Quem tem esse problema?

Passo 2 > Definição do cliente – alvo.

Chegamos ao segundo passo, nesse momento você descrever quem é o seu cliente ideal.

Para quem você quer vender?

É pessoa física ou Pessoa Jurídica?

Se for jurídica:  de que porte?  Algum segmento especifico? Alguma localização especifica? Mas lembre-se que quem decide nas empresas são Pessoas (sempre!).

E responda: Que função ocupam? Que idade tem? Homem ou Mulher? Quem influencia na decisão? Como se mantem informados? O que eles realmente esperam do seu produto?

Agora volte para a validação…

Essas pessoas ou empresas, realmente precisam do meu serviço?

O meu produto realmente resolve um problema deles?

Se a resposta for positiva, você já definiu a sua promessa e já identificou para quem fazer.

Mas eu sou o único que ofereço isso?

Passo 3 > Identificação e Análise dos Concorrentes.

Você sabe quem são os teus concorrentes?

O que fazem?

Que valor cobram?

Como se comunicam?

Então faça o seguinte exercício:

Liste os seus concorrentes (os que você conhece).

Agora se o seu negócio for local dê uma volta no seu bairro ou na sua cidade observando se realmente não existem outros concorrentes.

Vá no Google e digite o seu produto/ serviço e verifique quantos outros não aparecem.

Com a lista pronta, escreva ao lado qual a promessa de cada um deles (se tiverem)… O Melhor, O Mais barato, O Melhor atendimento, A entrega mais rápida…. essas são as mais usuais.

Alguma delas é a mesma que você selecionou para a sua empresa? Destaque isso.

Identifique e anote os serviços/ produtos que cada concorrente oferece.

Analise se são os mesmos que a sua empresa.

Algo a mais? Algo a menos? Procure identificar a faixa de preços praticados.

Como descobrir? Ligue, visite, avalie o site, o material que ele distribui.

Na sequência descreva quem é o público que ele atende ou pretende atender.

Ela fala para Homens? Mulheres? Jovens? Idosos? Da região? Do Brasil? Que gostam do que?

Parece muita coisa? Mas você pode fazer isso de forma objetiva com uma tabela em uma folha A4 ou usando o excel.

Conhecer o mínimo da concorrência é importante.

Avalie os concorrentes listados e destaque os que realmente oferecem os mesmos serviços e produtos e para o mesmo público que você. Esses são os teus concorrentes diretos.

Não que você deva desconsiderar o restante, mas esses são os principais, é entre eles e você que seu cliente vai escolher.

O monitoramento deles e a identificação  do que  fazem bem e dos pontos que deixam a desejar pode ser muito útil para definir suas estratégias, mas isso é assunto para o próximo artigo.

Entre os diretos avalie a promessa desses e verifique se alguma é igual a sua. Se não, ótimo! Você tem uma promessa única.

Se a resposta for sim, avalie se você consegue ajustar essa promessa, respeitando a verdade da sua entrega, mas para se diferenciando dos demais.

Última etapa: Validação.

construção de presença

Para finalizar a definição do Posicionamento, pegue suas anotações e questione:

  • Eu realmente consigo entregar isso que estou prometendo?

  • Esse cliente que descrevi tem interesse em comprar meu produto?

  • Entre meus concorrentes, minha promessa é única?

Se a resposta for sim para as três questões. Parabéns! Você definiu seu posicionamento.

Se alguma for não, sugiro retomar o exercício e identificar as lacunas para se diferenciar.

Uma dica é fazer essa ponderação em conjunto com a sua equipe, esse momento de conversa e troca, sempre ajuda.

Bom espero que esse exercício rápido e prático, possa realmente ter te ajudado a  definir o seu posicionamento.

Essa definição é  uma etapa fundamental para trabalhar suas ações de comunicação e vendas, seja na web ou não.

Se quiser receber os demais posts com o passo o passo para construir a sua presença online, continue acompanhando o nosso blog ou deixe seu email que encaminhamos para você.

Se tiver outras dúvidas sobre definição de posicionamento ou construção de presença online, deixe nos comentários que posso abordar nos próximos posts ou então entre em contato pelo formulário que respondo para você.

Até mais!

E quando o Google usa mala direta?!

Martinelli Marketing de Resultados

Isso só reforça a importância do mix de ferramentas nas estratégias de comunicação e vendas. Não importa a forma, o que importa é fazer a informação chegar ao seu público.
E é isso que fazemos! Ajudamos você construir e priorizar as melhores estratégias para vender mais. Entre em contato para saber mais sobre nossa metodologia.